Ações Vencedoras | VII Prêmio República

Ações Vencedoras

Confira os vencedores do 6º Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal

CATEGORIA: MPF – COMUNIDADES TRADICIONAIS

1º lugar: Criação do Fórum Permanente de Diálogo entre Empreendimentos e Comunidade Indígena de Aracruz-ES.

2º lugar: Garantia do exercício do direito amplo e irrestrito de exploração da posse do território indígena Ofayé-Xavante.

3º lugar: Defesa da comunidade indígena Tremembé da Barra do Mundaú, em Itapipoca/CE, contra grande empreendimento, e êxito no reconhecimento de suas terras por ato de Governo.

 

CATEGORIA: MPF – MEIO AMBIENTE E PATRIMÔNIO CULTURAL

1º lugar: Amazônia Protege – Compromisso com o futuro

2º lugar: Construção de Consensos para a criação de unidade de conservação Parque do Cocó em Fortaleza/CE. Novo instrumento de atuação extrajudicial do MPF.

3º lugar: Baía de Sepetiba Viva!

 

CATEGORIA: MPF – CONSUMIDOR E ORDEM ECONÔMICA

1º lugar: Recomendação para interrupção da cobrança, pela Caixa Econômica Federal, em âmbito nacional, dos chamados “juros de obra”.

2º lugar: Ação Civil Pública contra a Embrasystem (Bbom).

3º lugar: Ação civil pública contra a precariedade dos serviços bancários no Amazonas: um esforço conjunto pelo fim do tratamento indigno e discriminatório dispensado aos consumidores da região Norte do país.

 

CATEGORIA: MPF – DIREITOS DO CIDADÃO

1º lugar: Da clausura à liberdade: três anos de resgate de pacientes com transtornos mentais de hospitais psiquiátricos no município de Tupã/SP.

2º lugar: A voz das vítimas – Combate ao assédio e a adoção de depoimento especial e livre narrativa em processos administrativos disciplinares que envolvam violência sexual no âmbito da Universidade Federal de Goiás

3º lugar: Reconhecimento das vítimas de escalpelamento como pessoas com deficiência para fins de recebimento do benefício de prestação continuada previsto na Lei n°.8.742/92 (LOAS).

MENÇÃO HONROSA: Genocídio do povo Waimiri-Atroari

 

CATEGORIA: MPF – COMBATE À CORRUPÇÃO

1º lugar: Operação Cadeia Velha

2º lugar: Grupo de Trabalho Olimpíadas

3º lugar: Operações Manus e Lavat

MENÇÃO HONROSA: Grupo de Trabalho Olimpíadas

 

CATEGORIA: MPF – ELEITORAL

1º lugar: Manual Do Procurador Regional Eleitoral

2º lugar: Auditoria extraordinária em contas de partido político

3º lugar: Grupo de Trabalho “uniformização eleitoral”

MENÇÃO HONROSA: Auditoria extraordinária em contas de partido político

 

CATEGORIA: MPF – CRIMINAL

1º lugar: Operação Unfair Play

2º lugar: Grupo De Apoio Ao Tribunal Do Júri

3º lugar: Operação Veraneio – Sinop/MT

MENÇÃO HONROSA: Grupo De Apoio Ao Tribunal Do Júri

 

CATEGORIA: ADVOCACIA DE DIREITOS COLETIVOS

1º lugar: Ação Popular Contra Obra De Macrodrenagem Dos Rios Jaguaribe e Mangabeira (Salvador/Bahia)

2º lugar: Violência Contra A Mulher Não Tem Desculpa, Mas Consequências.
Projeto Agosto Lilás.

3º lugar: Os Caminhos Percorridos Para O Tombamento Municipal Da Pedra De Xangô em Salvador-Bahia.

 

CATEGORIA: RESPONSABILIDADE SOCIAL

1º lugar: Plano de Ação Familiar-Transformação Social

2º lugar: Coleção Meu Ambiente

3º lugar: Projetos de cidadania

 

CATEGORIA: JORNALISMO – RÁDIO

1º lugar: Mais de um ano depois, rejeitos da Samarco ainda prejudicam 126 famílias indígenas no norte de MG (CBN)

2º lugar: A Culpa é do Estuprador (Rádio Senado)

 

CATEGORIA: JORNALISMO – WEB

1º lugar: O Rei do Mato (Brio Stories)

2º lugar: Cidade Pequena, Corrupção Grande (UOL)

3º lugar: Dossiê Das Contas (ESPN)

 

CATEGORIA: JORNALISMO – IMPRESSO

1º lugar: Césio 137: 30 anos de um inimigo invisível (Correio Braziliense)

2º lugar: 1 em cada 3 Universidades Federais tem denúncia por fraude em cotas (Estado de São Paulo)

3º lugar: MPF apura vídeos que incentivam jovem a se mutilar (Estado de São Paulo)

MENÇÃO HONROSA: 1 em cada 3 Universidades Federais tem denúncia por fraude em cotas (Estado de São Paulo)

 

CATEGORIA: JORNALISMO – TV

1º lugar: Dossiê Presídios: a guerra das facções (Rede Record)

2º lugar: Geração digital: em busca de likes (TV Brasil)

3º lugar: Descartável (RPC)